quarta-feira, 2 de julho de 2014

Justiça autoriza Guardas Municipais de Rio Preto, SP, a trabalhar armados

 

A Justiça autorizou nesta terça-feira (1º), 47 guardas municipais de São José do Rio Preto (SP), a trabalhar armados. Eles tinham entrado na Justiça pedindo autorização de porte de armas de fogo.

O assunto parece ter virado uma queda de braço entre prefeitura e os homens da corporação. O executivo e o Comando da guarda são contra as armas de fogo e mantém essa proibição, mesmo com a autorização da Justiça. Isto significa que os guardas poderão portar suas armas pessoais, mas não podem usá-las.

Entenda o caso

O Tribunal de Justiça autorizou o porte de arma em horário de trabalho e também de folga para a Guarda Municipal. Em outubro do ano passado, a Câmara aprovou o projeto do vereador José Carlos Marinho (PSB), que autoriza o uso de armas de fogo pelos guardas municipais.

A proposta foi vetada pelo prefeito Valdomiro Lopes. Mesmo assim, a Câmara sancionou a lei e o prefeito entrou com uma ação que foi derrubada pelo Tribunal de Justiça.

O comandante da Guarda Municipal, João Roque Borges de Souza, informou que não pretende armar a guarda, pois os agentes precisam de treinamento específico para usar arma de fogo.

http://gcmsbo.blogspot.com.br/2014/07/justica-autoriza-guardas-municipais-de.html

Fonte: G1

http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2014/07/justica-autoriza-guardas-municipais-de-rio-preto-trabalharem-armados.html

Nenhum comentário: