domingo, 26 de agosto de 2012

Orelhões da Oi farão ligações gratuitas em Parazinho e mais 62 cidades do RN.

Porque Poço Branco ficou de fora?

Algem ou algum político preocupado com Poço Branco poderia me responder?
clip_image001
A falta de orelhões e o grande número de aparelhos quebrados e sem funcionamento no País levaram a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a determinar que as chamadas locais de fixo para fixo a partir de orelhões da Oi – em 2.020 municípios – sejam gratuitas até que os problemas sejam resolvidos. A lista, que contém 63 municípios do Rio Grande do Norte.
Para usufruir da gratuidade – que começa a valer no dia 30 de agosto – o usuário deverá apenas digitar o número do telefone fixo. “Os orelhões deverão funcionar mesmo sem o cartão telefônico. Caso a pessoa insira o cartão no aparelho, esse não poderá queimar os créditos”, explicou o superintendente de Universalização da Anatel, José Gonçalves Neto.
Segundo ele, em 1.724 desses municípios o problema são os orelhões quebrados. Nesses casos, a gratuidade poderá ser encerrada após o dia 30 de outubro, caso a Oi alcance pelo menos 90% de funcionalidade desses equipamentos. Hoje, esse índice está em 86%.
Já nas cidades restantes – espalhadas em 21 Estados -, o problema é a falta de orelhões para o atendimento da população. Nessas localidades, a gratuidade da Oi deverá durar pelo menos até 31 de dezembro.
No Mato Grande as cidades com direito ao benefício:
Touros
João Câmara
Parazinho
Maxaranguape
Pureza
São Miguel do Gostoso
São Bento do Norte
Jardim de Angicos
Bento Fernandes
Ceará-Mirim
João Câmara
http://www.pereirosrn.blogspot.com.br/2012/08/orelhoes-da-oi-farao-ligacoes-gratuitas.html

Não sei quais os critérios usados para excluir Poço Branco, tenho certeza de uma coisa à meta de quatro orelhões para cada 1000 habitantes com certeza não e cumprida em nossa cidade.

Eu desafio qualquer um a encontrar (quebrado ou funcionando) 50% do que a meta estabelece para o município.

Isso sim deveria ser visto e discutido nas redes sociais pelos poçobranquenses ao invés de sermos obrigados a aguentar uma enxurrada de comentários sem propósito verdadeiramente positivas para a coletividade poçobranquense.

As pessoas deveriam canalizar suas forças e seu tempo ociosos em prol de algo que busque melhorias coletivas ou a defesa de nossos direitos coletivos, os candidatos já são grandes o suficiente para se defender ao invés de ficarem se escondendo por traz dos argumentos pouco inteligentes e passionais, ao invés disso, o eleitor consciente de seu papel exige, cobra que seus possíveis candidatos defendem a sim e a seus planos de Governo explicando aos eleitores como, quando, quais os recursos, é de onde esses recursos saião e não fomentando o apartheid ou segregação política, pois no final das contas o político inimigo de hoje e um impotência aliado de amanhã, quem perde e a população que perde tempo lutando por poucos em detrimento dele e de muitos

Nenhum comentário: