quarta-feira, 10 de abril de 2013

Sistema de videomonitoramento operado pela GMN é destaque na Intertv Cabugi

 

O serviço preventivo de segurança operado pela Guarda Municipal do Natal (GMN) foi mostrado em reportagem editada pela Intertv Cabugi. A matéria destaca o sistema de videomonitamento operado por guardas municipais da GMN e aponta para a prevenção a violência e a criminalidade que o sistema possibilita.

A reportagem completa pode ser conferida no link a seguir:

Câmeras de segurança ajudam a flagrar situações de risco e crimes em Natal-RN

Video: Intertv Cabugi.

Postado por Guarda Municipal do Natal

O Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça, já investiu quase R$ 117 milhões em projetos para instalação do sistema de monitoramento por meio de câmeras de vídeo. São 55 cidades que já instalaram o sistema de videomonitoramento e mais 19 estão com projeto em análise para repasse dos recursos ainda neste ano.
O sistema faz parte dos Gabinetes de Gestão Integrados Municipais (GGIMs), que ainda incluem o policiamento comunitário através de uma central de inteligência. Essa ação do Pronasci visa reduzir os índices de violência, mas tem contribuído também para estimular a cultura digital dentro dos municípios, incentivando a implantação de cidades digitais.
O Pronasci também tinha entre suas metas destinar R$ 11 milhões para o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), com objetivo de instalar 250 telecentros em comunidades de baixa renda tomadas pela violência. A meta, entretanto, não fui cumprida. A assessoria de imprensa do Pronasci informa que foram repassados somente R$ 2 milhões para instalar 17 telecentros. Os outros R$ 9 milhões foram realocados para outras ações do Pronasci, uma vez que o governo federal criou o Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades – Telecentros.BR, que suprirá tal necessidade. Segundo a assessoria de imprensa do Pronasci, a expectativa é instalar 597 telecentros até o final de 2011.
O Pronasci foi criado em 2007 e possui 94 ações distintas, que abrangem as diversas áreas de atuação do Ministério da Justiça em suas diferentes secretarias, além das ações coordenadas em conjunto com outros ministérios. Não há um cronograma que privilegie algumas ações em detrimento de outras. Durante o período eleitoral, o Pronasci não fez qualquer tipo de repasse, exceto para as ações contínuas, como é o caso do Bolsa Formação. O Pronasci só contempla unidades federativas e municípios já conveniados ao programa.

O Guardião Comenta:

Esta claro que quando se tem compromisso com a segurança e com a implantação de políticas preventivas de segurança, qualquer dificuldade por maior que seja não podem servir como justificativa para inércia e ingerência quer seja na esfera estadual ou municipal, a grande maioria dos gestores, governador ou prefeito reclamam da falta de recurso para investir em segurança pública ao mesmo tempo que se contradizem gastando grandes somas em dinheiro no financiamento desmedido de eventos que em sua maioria só oneram os cofres públicos.

A falta de compromisso e tão grande que tudo e motivo para não se fazer nada em prol da segurança pública e de seus órgãos, principalmente no município onde os índices de criminalidade e de insegurança só aumentam.

Na verdade o poste a cima fala sobre videomonitoramento e sobre as ações do Pronasci com recursos do Fundo Nacional de Segurança, não e de hoje que o Governo Federal através do SENASP/Ministério da Justiça vem dando a oportunidade para que os municípios decidam se querem continuar a mercê dos estados ou se querem implementar uma política conjunta  de segurança que privilegie as verdadeiras necessitardes do município.

Não e nossa pretensão querer que de monto tal projeto seja implementado no município principalmente diante da atual situação da Guarda Municipal de Poço Branco que em nosso visão e calamitosa.

Em Poço Branco no Rio Grande do Norte a Guarda Municipal continua jogada as traças sem qualquer condição de trabalho, o que a atual administração tem feito com seu único órgão de segurança pública municipal e vergonhoso, é a prova cabal de que o atual prefeito não tem nem um respeito pela população nem tão pouco pelos funcionários da guarda que estão jogados sem qualquer perspectiva chegando ate a se conformar com o descaso, a maioria diz que “ele para se eleger no primeiro mandato prometeu reestruturar a guarda não fez, para se reeleger prometeu melhorias e não cumpriu se que nós recebe para uma reunião, agora que não pode mais se reeleger novamente é que não vai fazer mesmo” realmente e muito revoltante, justo a Guarda que sempre esta a disposição do município sacrificando muitas das vezes suas folgas e ariscando suas vidas já que a mesma não dispõe dos equipamentos necessários para desempenhar suas atividades com segurança.

Tudo por conta da preguiça, indolência, inércia, ou seja, pela falta de compromisso para com a segurança dos cidadãos do município de Poço Branco.

Nenhum comentário: